Safra encerra janeiro com 14,4 mi de toneladas de cana moídas

Prestes a entrar no sexto mês de moagem, a safra 21/22 já reponde por mais de 14,4 milhões de toneladas de cana esmagadas. Os números representam os dados acumulados até janeiro passado e são referentes as 15 unidades industriais em operação neste ciclo.
O boletim quinzenal nº 10, divulgado pelo Sindaçúcar-AL, informa ainda um crescimento na moagem na ordem de 8,5% em comparação ao mesmo período da safra passada, quando o acumulado era de 13,2 milhões de toneladas de cana beneficiadas.
O levantamento técnico destaca também que foram processadas mais de 1,1 milhão de toneladas de açúcar. Ante a moagem passada, houve uma variação negativa de 0,7%.
Segundo o boletim, do total produzido de açúcar até janeiro passado, 844.696 toneladas foram do tipo VHP – destinado aos mercados mundial e americano – e 226.139 do cristal, comercializado no mercado interno, além de 41.678 do tipo refinado.
Quando a produção de etanol, foram processados até o primeiro mês deste ano, mais de 346 milhões de litros do biocombustível, sendo 165.130 metros cúbicos (m³) do tipo anidro, que é usado na mistura com a gasolina, e 180.912 m³ de hidratado. Em comparação ao acumulado de janeiro do ano passado, os números são positivos com crescimento de 6,2%.