Produção acumulada de açúcar cresce 5,22% na safra 21/22

Com a safra 21/22 a pleno vapor, as usinas alagoanas produziram 378.652 toneladas de açúcar desde o começo da moagem, que teve início na segunda quinzena de agosto, até o fim de outubro. Em comparação ao mesmo período do ciclo passado, quando o acumulado era de 359.850 toneladas, houve um crescimento de 5,22%.
De acordo com o levantamento técnico do Sindaçúcar-AL divulgado no boletim quinzenal nº 04, do total de açúcar produzido até outubro, 304.843 toneladas foram do tipo VHP, exportado para os mercados mundial e americano e fabricado por 14 das 15 usinas em operação neste ciclo da cana em Alagoas.
O boletim informa ainda que 73.809 toneladas de açúcar foram do tipo cristal. Comercializado com o mercado interno, este tipo de açúcar foi produzido apenas por nove das 15 unidades industriais em funcionamento nesta safra.
O pontapé inicial para a safra 21/22 foi dado pela usina Pindorama, em agosto passado. Com expectativa de crescimento de 10% ante a moagem passada, as unidades industriais estimam beneficiar mais de 18 milhões de toneladas de cana.
Quanto a produção de açúcar, a estimativa é processar 1,5 milhão de toneladas, sendo mais de um milhão do tipo VHP e pouco mais de 460 mil toneladas de cristal.