Caeté é a primeira usina a fazer venda direta em AL

A venda direta de etanol da usina para o posto foi garantida após longa disputa jurídica e política que envolveu produtores e distribuidoras de combustíveis. Finalmente autorizada no país, a nova modalidade foi regulamentada pelo Governo de Alagoas, em janeiro passado, estabelecendo como será o sistema de arrecadação de ICMS do combustível.
Na prática, as usinas de Alagoas passam a funcionar no sistema de Substituto Tributário (ST), sendo responsável pelo recolhimento antecipado do ICMS. Dessa forma, qualquer posto pode comprar o etanol direto na indústria, retirando o produto no local.
Um dúvida existente no mercado em Alagoas era se as usinas iriam precisar montar um sistema de logística para atender os postos ou se os postos iriam contratar alguma empresa especializada. Neste sentido, a usina Caeté resolveu a questão de forma simples, cadastrando os clientes e fazendo a venda direta. A operação começou na semana passada e já é considerada um sucesso.
A empresa evita dar dados sobre o total de revendedores que se cadastraram para comprar etanol ou o valor de comercialização do produto. Mas o combustível já foi comercializado até o momento com postos de Maceió, Arapiraca, Penedo e São Miguel dos Campos. O próximo destino será Palmeira dos Índios.
Com isso, a Caeté se torna a primeira usina de Alagoas a vender diretamente etanol para postos de combustíveis. Com a redução de carga tributária e a retirada do atravessador do processo, o preço do etanol tende a começar a cair na indústria e, em breve, nas bombas dos postos de combustíveis.