Acumulado de chuvas tem variação positiva de 13,14% em AL

O Departamento Técnico do Sindaçúcar-AL informou que, no período de janeiro a abril desse ano, a zona canavieira de Alagoas registrou um aumento no volume de chuvas que resultou numa variação positiva de 13,14% face a média histórica.
De acordo com o levantamento, o acumulado dos quatro primeiros meses do ano foi de 559,17 milímetros (mm) de chuva, enquanto a média histórica – com dados dos últimos 39 anos – para o período é de 485,70 mm.
Segundo o estudo, no quadrimestre, os meses de janeiro (58,12 mm), fevereiro (30,50 mm) e abril (200,43 mm) tiveram índices abaixo da média.
Em comparação à média histórica de cada mês, fevereiro, que tem uma média histórica acumulada de 75,4 mm, foi o período com maior déficit pluviométrico.
Entre os quatro primeiros meses de 2022, apenas março registrou um acumulado de chuvas acima da média histórica e que resultou no aumento dos índices pluviométricos acumulados na região.
Com isso, segundo o levantamento do Sindaçúcar-AL, enquanto a média histórica foi de 127,6 mm, março registrou um acumulado de 270,12 mm.