Notícias

Ridesa libera 21 novas variedades de cana RB

No ano em que se comemora 50 anos de pesquisa da variedade de cana República do Brasil (RB), a Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroenergético (Ridesa), que também comemora três décadas de criação, fará a liberação nacional de 21 novas variedades RB, no próximo doa 28, a partir das 16h, pelo canal Ridesa – Brasil, no youtube.
Por conta da pandemia da covid – 19, o evento ocorre de forma ‘on line’, reunindo pesquisadores, técnicos e industriais do setor sucroenergético alagoano e nacional. Na oportunidade, também será lançado um livro que conta a história das décadas de pesquisa da variedade RB e da Ridesa.
Difundida em todo o país, atualmente, as variedades RB são cultivadas em mais de 65% da área com cana-de-açúcar existentes no Brasil, o que representa uma contribuição de cerca de 12,3% na matriz energética nacional.
“Com isso, a Ridesa continua desenvolvendo com competência a sua pesquisa e as suas ofertas de inovação e tecnologia para o setor sucroenergético”, declarou o presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Alagoas (Sindaçúcar-AL), Pedro Robério Nogueira.
A Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Sucroenergético, foi formada por um convênio de cooperação técnica entre dez universidades federais, incluindo a Universidade Federal de Alagoas (Ufal). A Rede atua em nível nacional e, hoje, é o principal núcleo de pesquisa canavieira no âmbito do Governo Federal.
A Ridesa conta com dois bancos de germoplasma, são eles: a Estação de Floração e Cruzamento Serra do Ouro, localizado no município alagoano de Murici, e a Estação de Floração e Cruzamento de Devaneio, em Amaraji, no Estado de Pernambuco.

 

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>