21ª Conferência Internacional DATAGRO

Notícias

Usinas do Nordeste realizam premiação no campo


A Usina Caeté, Matriz, deu início a premiação de equipes que se destacaram pelos índices de produtividade alcançados durante os meses de setembro e outubro. Foram contemplados 36 colaboradores que operam colhedoras, tratores e caminhões transbordo, caminhões canavieiros e carregadeira.

Os índices de produtividade são contabilizados através do monitoramento realizado pelo Centro de Inteligência Agricola (CIA), que funciona 24 horas por dia, dando suporte às duas unidades produtoras do Nordeste.

De acordo com o gerente agrícola corporativo das unidades do Nordeste, Mário Sérgio Matias da Silva, a premiação visa motivar e valorizar os colaboradores, numa iniciativa que também foi implantada este ano na Unidade Paulicéia (SP). “Pelos projetos que já acompanhei, o resultado motivacional é transformador. Nosso objetivo é criar um ambiente profissional onde nossos colaboradores sintam-se valorizados pelo seu desempenho”, afirmou o gerente, que acrescentou ainda ser uma disputa leal entre todos, prevalecendo uma condição de igualdade operacional. “Ganha o equipamento (máquina, transbordo ou caminhão) que mais produziu no somatório do mês”.

Durante a premiação, realizada inicialmente na Usina Caeté, Matriz, as equipes campeãs receberam um Certificado de Reconhecimento e um brinde. “O resultado não poderia ser diferente! A equipe ficou extremamente agradecida pela valorização dada ao seu desempenho. Uma ação simples, mas que tem um significativo impacto no aspecto motivacional”, assinalou Mário Sérgio Matias.

Com o início da premiação, o gerente já vislumbra uma maior competitividade ao longo da safra. “Todos têm capacidade de alcançar maiores produções e é justamente isso que enfatizamos durante a entrega da premiação, e os resultados já são visíveis. Costumo dizer que gerenciar pessoas é uma arte, e saber estimular no profissional o máximo do seu desempenho, buscando o respeito, a valorização e estabelecendo uma linha de comunicação linear com todos, só aumentam as expectativas de resultados satisfatórios”.

Entre os campeões, Lumara Lucimara da Silva Rosendo, que ingressou na Usina Caeté no Programa de Aprendizagem, se destacou como a única mulher premiada. “Há três anos trabalho na Usina Caeté e esse reconhecimento nos motiva a buscar o melhor e a excelência profissional”, afirmou com grande entusiasmo a operadora de trator transbordo.

“A mulher cada vez mais vem ocupando seu espaço em áreas que até então eram predominantemente masculinas, e proporcionar a abertura desse espaço no dá uma imensa satisfação. Estamos derrubando tabus e, com isso, independente do sexo, acreditamos que todos têm as mesmas condições de desempenhar suas atividades, basta ter disciplina, comprometimento e vontade de contribuir com o desenvolvimento da empresa, que não faz nenhuma restrição em realizar novas contratações de mulheres para o campo”, acentuou o gerente, tecendo elogios à atuação feminina: “não deixam nada a desejar, pelo contrário, demonstram um elevado grau de desempenho, muitas vezes superior aos homens”.

A premiação contou com a presença da gerente de Gestão de Pessoas, Marta Luciana Sampaio dos Santos, das analistas Eliene Melo e Francine Emiliane Gonçalves de Sousa, do supervisor do CIA, Vinícius Santos Gomes da Silva, do analista de sistema senior, Carlos Alberto da Silva, do supervisor agrícola, Luciano Cavalcante de Andrade, além de técnicos agrícolas da usina.

Marituba – a premiação na Usina Caeté – Unidade Marituba acontecerá ainda neste mês de dezembro.

Fonte: Assessoria

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>