19ª Conferência Internacional DATAGRO sobre açúcar e etanol

Notícias

Usinas pedem retirada de atividade canavieira do decreto que proíbe queimadas

Surpresos com a publicação do decreto nº 9.992, que proíbe indistintamente a realização de queimadas controladas e até autorizadas por órgãos ambientais, os presidentes do Sindaçúcar-PE, Renato Cunha e do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, respectivamente, presidente e vice-presidente da Associação de Produtores de Açúcar, Etanol e Bionergia – Novabio, encaminharam ofício a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, relatando os prejuízos na produção e na geração de emprego que serão causados pela decisão do Governo Federal no setor sucroenergético.
A safra da cana, que teve início este mês em Alagoas, assim como em outros Estados produtores da região Nordeste, precede do processo regular de queimadas dos canaviais. A ação é realizada de forma controlada por área de execução e com a devida autorização competente do órgão ambiental estadual.
“Não é necessário demonstrar o colapso que a proibição genérica exposta do referido decreto em nossa atividade agroindustrial, nos impondo a paralisação imediata das atividades agrícolas, operações industriais e consequente desemprego dos que labutam nessas atividades, dado que a topografia das nossas áreas agrícolas, em sua predominância, impede o uso regular da mecanização”, destaca o ofício encaminhado à ministra Tereza Cristina.
Neste sentido, as entidades que representam o setor sucroenergético em Alagoas e Pernambuco e também na região Nordeste, pedem que sejam tomadas medidas cabíveis que possam tirar a atividade agrícola canavieira do referido decreto. Tal medida, segundo os dirigentes do setor, evitaria, além da perda da produção, que mais de 300 mil postos de trabalhos fossem perdidos.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>