19ª Conferência Internacional DATAGRO sobre açúcar e etanol

Notícias

Usinas geram mais de 41 mil empregos diretos em AL

Apesar das dificuldades econômicas enfrentadas pela indústria canavieira, o polo sucroenergético de Alagoas se mantém firme como o maior gerador de renda e de postos de trabalho do Estado.

Dados divulgados pelo Sindaçúcar-AL, apontam que os empregos diretos – com carteira assinada – gerados no período da entressafra da cana, quando as unidades industriais param a moagem, totalizaram até julho 21.476.
Com a nova safra em Alagoas, que teve início na primeira quinzena deste mês de agosto e que já conta com três unidades industriais em funcionamento, o setor recebe um incremento significativo com a geração de mais 20 mil empregos diretos.
Com isso, segundo informou o Sindaçúcar-AL, além dos mais de 41 mil empregos ofertados pelas usinas no período de moagem da cana, tanto no campo quanto na indústria, o setor gera ainda milhares de vagas de trabalho terceirizadas e indiretas ofertadas por fornecedores de cana e por empresas que fazem parte da cadeia produtiva da cana-de-açúcar.
Diante deste cenário, a expectativa do setor é que sejam empregados em Alagoas mais de 60 mil postos de trabalho durante a safra, ajudando a movimentar a economia alagoana e promovendo o desenvolvimento do Estado.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>