Notícias

Consecana debate mudanças no mix da cana de AL

O percentual de peso dos produtos que formam o mix da cana-de-açúcar em Alagoas foi um dos principais temas da reunião do Conselho de Produtores de Cana-de-açúcar e Etanol dos Estados de Alagoas e Sergipe (Consecana-AL/SE) ocorrida, nesta sexta-feira, dia 08, na sede do Sindaçúcar-AL.
Neste sentido, o produto com maior peso no mix é o açúcar VHP exportação. Na última safra ele foi de 51,52%, enquanto o cristal de 11%. Este ano, já houve uma modificação neste percentual, tendo sida reduzida a quantidade de VHP que agora é de 41,98% e o de cristal aumentou para 15%.
A reunião, que foi coordenada pelo presidente do Consecana e da Asplana, Edgar Filho; contou com a participação do conselheiro do Sindaçúcar-AL e vice-presidente do Consecana, Marcos Maranhão e do coordenador e vice-coordenador do Canatec, respectivamente, Antônio Rosário e Jorge Sandes, além de integrantes do colegiado de Alagoas e de Sergipe.
De acordo com o colegiado, com a redução do ICMS pelo Governo do Estado a tendência é que Alagoas produza mais açúcar cristal. Contudo, o reflexo deste novo cenário só deverá ser sentido nas próximas safras. “Afinal, as usinas não conseguem virar a produção de açúcar de um ano para o outro. Essa tendência de aumento do percentual do peso do açúcar cristal no mix, Alagoas terá um semelhante ao praticado em Pernambuco”, afirmou o presidente do Consecana.
As reuniões do Consecana AL/SE ocorrem mensalmente e a cada seis meses todos os integrantes do conselho dos dois Estados se encontram para fazer uma avaliação técnica da moagem. Os encontros semestrais são realizados no começo e final da safra e no fechamento da ATR, em agosto.
O Consecana é o sistema que define a remuneração do produtor de cana a partir do índice de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR). O ATR é todo o açúcar que não se perde durante o processamento industrial da cana.
Mensalmente, com base em informações repassadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada/ Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/ Universidade de São Paulo (CEPEA / ESALQ / USP), o conselho divulga os valores do ATR, além dos preços dos produtos que fazem parte do mix da cana-de-açúcar.

 

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>