Fenasucro 2020

Notícias

Zona canavieira tem outubro mais seco desde 2009

Após um período com índices pluviométricos acima da média histórica, a zona canavieira de Alagoas passa agora por uma situação inversa com a redução acentuada de chuvas na região. O levantamento elaborado pelo Departamento Técnico do Sindaçúcar-AL aponta que, só no mês de outubro, a precipitação foi de apenas 2,9 milímetros (mm) o que corresponde a redução de – 95,6% em comparação a média prevista para o mês que é de 67,2 mm.

Segundo a planilha, que esclarece ainda que as chuvas ocorreram num período correspondente a 1,7 dias, este foi o outubro mais seco dos últimos nove anos. Em 2009, o índice pluviométrico registrado foi de 8,0 mm.

O estudo esclarece ainda que, desde que a safra 18/19 teve início, na segunda quinzena de agosto, quando a Santo Antônio deu o pontapé da moagem, a precipitação na região se mantem abaixo da média histórica.

Em agosto, o índice pluviométrico foi de 45 mm com variação negativa de 74,43% em comparação a média para o período que é de 175,8 mm. Em setembro, quando a maioria das usinas iniciou o novo ciclo da cana em Alagoas, a precipitação pluviométrica foi de 36,3 mm com redução de 63,52% ante a média histórica de 99,5 mm.

Diante deste cenário, a quantidade de chuva acumulada na região canavieira do Estado no atual ciclo da cana é de apenas 84,2 mm. Em comparação ao mesmo período da safra passada, quando o acumulado era de 421,6 mm, houve uma redução de 337,4 mm.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>