Notícias

Solenidade marca a volta do mutum a Alagoas

Com o tema “O alagoano voltou” o primeiro casal de Mutum-de-Alagoas pisou em solo alagoano após décadas da extinção da ave da natureza. Em solenidade realizada na reserva da usina Leão, em Rio Largo, ambientalistas, empresários do setor sucroenergético de Alagoas e de Pernambuco, além do governador Renan Filho, prestigiaram a chegada das aves a Mata do Cedro.
Na oportunidade, o primeiro casal da espécie, que passará a viver em um espaço fechado, especialmente construído pelo Instituto para Preservação da Mata Atlântica (IPMA), foi apresentado ao público.
De acordo com o processo de reintrodução da ave ao seu habita natural, nove exemplares serão devolvidos à natureza nos próximos meses tanto na mata do Cedro, quanto em outras reservas particulares mantidas pelas usinas alagoanas.
“É um momento histórico que estamos presenciando na comemoração dos 200 anos de Alagoas. O reingresso do mutum a mata atlântica. Destaco o trabalho desenvolvido pelo presidente do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, que criou no setor sucroenergético a consciência sobre a importância da preservação ambiental que também é uma questão de interesse econômico”, afirmou o industrial da usina Leão, Eduardo Queiroz, que representou o presidente do Sindaçúcar-AL no evento.
Na oportunidade, o governador Renan Filho assinou o decreto que torna o Mutum ave-símbolo do Estado. “Temos que dedicar atenção especial; é compromisso do Estado de Alagoas garantir as condições para que a gente preserve o mutum alagoano. Estamos aqui num ato muito importante, simbólico, fruto de um trabalho coletivo: reintroduzir na natureza uma espécie que beirou a extinção”, finalizou.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>