Notícias

Sindaçúcar-AL apresenta demandas do setor ao presidente interino Michel Temer

O presidente do Sindiaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, participa nesta terça-feira, 19, de uma reunião com o presidente interino Michel Temer e os presidentes das Federações de Indústrias de Alagoas, Sergipe, Paraíba e Pernambuco.

De acordo com ele, nos últimos sete anos, o setor sucroenergético vem sofrendo consequências desastrosas por conta da política nacional, lembrando que o polo agroindustrial canavieiro em Alagoas é a maior atividade econômica do Estado.

“Com isso, nenhuma ação com alcance unicamente estadual é possível, salvo as políticas e ações nacionais urgentes e duradouras. Essas ações se fazem necessárias para a retomada de ações de reconstrução setorial, seus postos de trabalho e seu potencial produtor”, afirmou Nogueira, acrescentando que é preciso aproveitar o momento atual para inserir o etanol no processo de recuperação de competitividade.

Na audiência com o presidente Temer serão apresentadas as seguintes reivindicações: majoração do valor atual da CIDE sobre a gasolina atualizando a partir da sua instituição em 2003; facilitação do acesso aos financiamentos para recuperação de ativos biológicos, face à necessidade de recuperação no médio prazo, inclusive incremento da oferta de recursos, incluindo BNDES e Fundos Constitucionais e a revisão das regras sobre a comercialização do etanol, visando a redução de custos e melhoria de margens com a venda alternativa de produtores direta aos revendedores.

Na oportunidade, o dirigente do setor em Alagoas ainda apresentará como sugestão a criação de uma coordenação ministerial temporária com o propósito de harmonizar os assuntos do setor na área da saúde, trabalho, desenvolvimento, energia, agricultura, cidades, transportes, fazenda, planejamento e relações exteriores com grande de repercussão na competitividade e desenvolvimento do setor, além da adequação dos leilões de compra de energia a partir da biomassa.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>