Notícias

ATR de julho tem variação positiva de 7,2%

A alta do preço do açúcar cristal e do VHP comercializado com o mercado mundial elevou em 7,2% o preço de um quilo de ATR em julho.
A variação positiva, que quebrou a sequência de queda de preços dos últimos meses, ocorre semanas antes do início do novo ciclo da cana em Alagoas, quando algumas usinas começam os primeiros reparos na área industrial para a safra 16/17.
De acordo com o Conselho de Produtores de Cana-de-açúcar e Etanol dos Estados de Alagoas e Sergipe (Consecana-AL/SE), com base em informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada/ Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/ Universidade de São Paulo (CEPEA / ESALQ / USP), o preço líquido do ATR passou de R$ 0,6679 em junho para R$ 0,7164 em julho.
Dos produtos que fazem parte do mix de produção da cana, apenas o VHP – vendido para o mercado americano – teve uma redução de preço de R$ 103,57 em junho para R$ 100,58 em julho.
Segundo o levantamento, o VHP – que teve como destino o mercado mundial – foi quem alavancou o ATR em julho com o saco passando de R$ 50,54 para R$ 58,42. O outro produto que teve alta de preço foi o açúcar cristal de R$ 86,69 para R$ 89,14.
Tanto o metro cúbico do etanol anidro, quanto o do hidratado, mantiveram os mesmos valores praticados em junho, respectivamente, R$ 2.063,81 e R$ 1.998,04.
Segundo dados do Consecana, em julho, o preço médio de um quilo de ATR do mix de produtos da cana foi de R$ 1,2221 com posição acumulada de R$ 1,1985.
Já o preço líquido da tonelada de cana padrão em Alagoas (114,09 kg de ATR), passou para R$ 81.7341 com acumulado de R$ 80.1596.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>